Vídeo do nosso quadricóptero em funcionamento!

Olá pessoal,

Hoje terminamos os testes experimentais na plataforma em bancada do quadricóptero desenvolvido na Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos. O amigo Ricardo Breganon e eu somos os autores da pesquisa. O experimento foi filmado e está disponível logo abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=dmdRGBbcquw

A aeronave consiste em um helicóptero dotado de 4 motores brushless na conficguração em cruz, onde dois motores do mesmo eixo são controlados com torques diferentes (opostos), justamente para produzir o movimento de rolagem (roll) e os outros dois motores do outro eixo também são controlados em sentidos opostos para que o movimento de guinada (pitch) seja realizado.

Os resultados do experimento serão publicados no DINAME 2011 – 14th International Symposium on Dynamics Problems of Mechanics, 2010, São Sebastião/SP.

Logo publicarei mais resultados de novos testes!

Deixem seus comentários! Se tiverem dúvidas, terei o prazer em respondê-las.

Um abraço a todos!

Sobre Eng. Rafael Coronel Bueno Sampaio, PhD.

Projeto & Pesquisa de Sistemas Mecatrônicos e Robótica Móvel
Esse post foi publicado em Quadricópteros, Robôs Aéreos e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Vídeo do nosso quadricóptero em funcionamento!

  1. Sara Elisiê* disse:

    Que orgulho de vc, primo! Embora eu seja leiga no assunto, não posso deixar de te cumprimentar pelo belíssimo trabalho! Meus parabéns!

  2. R2-D2 disse:

    Qual a plataforma utilizada no projeto? Como foi realizado o controle de estabilidade?

    • Olá,

      Trata-se de uma plataforma quadrotora customizada, isso é, projetada e construída pelo Laboratório de Aeroelasticidade, Dinâmica de Vôo e Controle (LADinc) do Dep. de Eng. Aeronáutica da USP/EESC. Foram desenvolvidos controladores H-Infinito em parceria entre Laboratório de Robótica Móvel (LabRoM) e LADinc para o ensaio. Nele, foram inseridos distúrbios (manualmente e através de comandos via interface dSpace). Foram analisados os esforços de controle de rotação dos motores e a robustez dos controladores H-Infinito frente aos distúrbios, ruídos e variações paramétricas do modelo da planta.

      Um abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s